Pular para o conteúdo Pular para o rodapé

Como introduzir a troca de casais no seu relacionamento? – Parte 3

Já abordamos a troca de casais na parte 1 e parte 2 dessas dicas para entrar no mundo liberal como um casal no swing. 

Se chegou até aqui, imaginamos que você e seu parceiro(a) já conversaram sobre o tema e chegaram a um consenso sobre tudo que pode ou  não rolar. Também já devem ter criado as regras, decidido o perfil de casal que querem e resolveram qualquer tipo de neura que poderiam ter. Quem sabe já até definiram a lingerie que a parceira vai usar no dia! 

Ótimo, o que mais está faltando? Vamos às dicas para o seu primeiro swing (esperamos que de uma lista de muitos) perfeito!

Pesquise locais específicos para iniciantes na troca de casais

Vocês estão loucos para colocar em prática tudo o que planejaram, mas o clima na hora pode ser diferente do que esperavam. Além disso, para quem não está acostumado, o primeiro swing pode ser meio chocante nos primeiros instantes. Pensando nisso, diversas casas dedicam uma noite da semana apenas para iniciantes. Há um guia com os principais locais da casa, os princípios e regras que regem as atividades ali e os locais onde o casal pode ficar mais à vontade.

Nessas festas, os casais mais “experientes” sabem que estão lidando com iniciantes e normalmente são mais tranquilos, receptivos, passando uma sensação maior de segurança para os novatos. Assim, qualquer desconforto inicial na troca de casais pode ser resolvido rapidamente.

Não se afobem!

É natural que casais, ao chegarem lá, acabem optando por apenas conhecer o local e não praticar nada, esperando uma próxima vez para tentar se sentir mais à vontade. Lembre-se que aqui é essencial que os dois estejam se sentindo confortáveis, ou a brincadeira não será prazerosa.

Saiba a hora de praticar

Vocês estão na festa, loucos de tesão, então é a hora de investir! Há diversas formas de conseguir o primeiro contato: vocês podem dançar na boate e conseguir a atenção de casais que se interessem por vocês, podem ficar no bar sondando qual casal despertou a atração de vocês ou então podem tomar a iniciativa.

Não sabe como se aproximar? 

Comece uma conversa normal com o casal e aos poucos vá apimentando o assunto. Se eles se interessarem pela troca de casal, feito! Se não, paciência. É hora de partir pra outra. Não há qualquer tipo de constrangimento nisso, ok?

Lembre-se de que, como tudo deve ser consensual, quando encontrar parceiros que tenham curtido vocês também, combinem tudo que é permitido e o que não é. Vocês podem até mesmo não ter restrição alguma, mas pode ser que eles tenham. Então, combinar tudo antes de partir para a ação é essencial! E não insista em fazer algo que eles não curtam. É mais fácil procurar outro casal do que arranjar problemas.

Tudo certo? Tudo combinado? Então, bora praticar a troca de casais

Quer repetir? Que tal procurar aquele casal já conhecido?

Curtiram o primeiro swing? A experiência foi ótima para todo mundo? Estão afim de repetir? Que tal então repetir a dose com o mesmo casal? Se a química deu certo, foi tudo uma delícia, por que não? Pelo menos o sucesso é garantido.

Faça amizades

Acredite, é possível formar boas amizades em uma casa de swing e nas trocas de casais. Seja para aventuras ousadas, ou mesmo ir para um bar, indicar outros amigos para a prática, entre outras finalidades, faça uma boa rede de amigos. É possível até que estes novos amigos ajudem a reconhecer boas investidas e furadas, ajudando o casal novo no ramo a escapar de péssimas experiências.

Você e seu parceiro ou parceira já terminaram todas as dicas das três partes? Então estão esperando o quê para realizar seu primeiro swing?

Tudo sobre o Mundo Liberal

Sexlog © 2022. Todos os direitos reservados.