Pular para o conteúdo Pular para o rodapé

Acredite ou não, nem toda mulher sabe como se masturbar, muito menos como chegar ao orgasmo, ou até o que é um orgasmo. O assunto, infelizmente, ainda é rodeado de tabus para o sexo feminino, mas o mesmo não acontece com os homens.

Queremos falar sobre ela, nossa amiga siririca. Bora?

Mulheres que se masturbam x homens que se martubam

O Sexlog fez uma pesquisa exclusiva sobre o auto prazer, com seus 16 milhões de usuários, e o resultado entre homens e mulheres revelou muita coisa sobre o assunto. Quando perguntados sobre a frequência com que batem punheta:

  • 39,6% dos homens afirmaram que não deixam passar sequer um dia;
  • 29,7% disseram que, pelo menos, três vezes por semana;
  • 14,8% mantém uma frequência de duas vezes semanais; 
  • 7,9% alegaram que uma só no mesmo período é suficiente; e
  • aqueles que afirmaram ser raro se masturbarem foram 8,5%.

Enquanto isso, o cenário da masturbação feminina é menor: 

  • 24,4% apontaram que se tocam diariamente;
  • 31.6%, a maioria, afirmou que três vezes por semana é uma boa frequência;
  • 17,5% mantêm o hábito de duas siriricas semanais;
  • 10,1% revelaram que uma vez é o bastante;
  • 16,5%, praticamente o dobro dos homens, dificilmente se masturbam.

Masturbação é uma questão de bem estar 

Acontece que tocar uma, bancar a DJ ou o simples se masturbar faz bem para além da vida sexual feminina, auxilia no sistema imunológico, a conhecer seu corpo e uma infinidade de outros benefícios, mais especificamente:

  • Ao gozar, seu corpo libera endorfina, que reduz a dor; ocitocina, que ajuda a regular o estresse, o medo e o bem-estar; e a serotonina, que pode fazer o estresse diminuir e  equilibrar o humor.
  • Além disso, sentir prazer traz relaxamento, redução da irritação  e ansiedade e faz com que o sono seja  melhor;
  • Melhora o sexo em parceria e aumenta a satisfação sexual;
  • Mulheres que se masturbam geralmente atingem o clímax mais rápido e fácil durante a masturbação do que no sexo;
  • Mulheres que se tocam também têm menos cólicas, porque durante o período menstrual, o útero se contrai para liberar o revestimento, o que pode causar as cólicas, e o orgasmo aumenta o fluxo sanguíneo para os órgãos genitais e libera endorfinas, que podem aliviar essa tensão.

Como se masturbar e aproveitar cada minuto desse momento?

como se masturbar

Como diz o ditado — em uma adaptação moderna, é claro —, um copo d’água e um orgasmo não se nega a ninguém, muito menos a si mesma. Claro que o como se masturbar, mesmo se você pratica há  anos, pode ser um problema em algum momento da vida.

Assim como há algumas mulheres que nem chegam perto das suas terminações nervosas e zonas erógenas, há aquelas que só praticam se forem aconchegadas sob um edredom pesado, no escuro, em silêncio e com muita vergonha ou culpa.

Acontece que celebrar seus corpos e o prazer que eles podem dar, é um ponto de partida para uma relação feminina extraordinária com o mundo. Muitas ainda estão tentando descobrir como se dar prazer em seus próprios termos e mesmo uma “expert” precisa de dicas de tempos em tempos. Vamos conferir algumas?

Não existe uma técnica padrão de como se mastubar 

O como se masturbar é muito particular, porque o prazer feminino é, de certa forma, uma arte de infinitas maneiras, não há método certo ou errado e pode ser necessário alguma criatividade para descobrir o que funciona para você. 

Conheça sua vagina

Antes de se masturbar ou convidar alguém a te tocar, mais do que tudo, você deve conhecer sua vagina. Esta é a sua região sexual, então saiba onde fica a vulva, o clitóris e a vagina e entenda suas funções. Explore a área com um espelho ou com os dedos, descubra e se conheça.

A prática leva à perfeição

Você não vai dominar a arte da masturbação se fizer isso de vez em nunca. É preciso praticar tocar a si, ver o que o estimula e o que não está funcionando, mas seja paciente consigo mesma.

Coloque o dedo indicador (ou o seu preferido) para trabalhar

Você tem duas mãos com dez dedos, use-os! Claro que dildos e vibradores são tudo de bom (alô, sugador e varinha mágica), mas antes de usar um deles, use suas mãos primeiro. Depois de aprender qual a abordagem, velocidade, pressão e a técnica que te excitam, aí vale experimentar brinquedos e levar o seu orgasmo para o próximo nível.

Lembra de mim, seu clitóris?

O clitóris é o seu ponto G, preenchido com milhares de terminações nervosas, é a parte mais sensível dos genitais, isso em sua extensão interna e externa. Cuide desse nenê com carinho, massageie-o suavemente, esfregue para cima e para baixo, de um lado para o outro.  E vá aumentando a frequência conforme sentir o que te deixa mais molhada. 

Teste diferentes técnicas

  • Esfregue o clitóris com vários dedos ou com a mão inteira.
  • Não toque diretamente nele, em vez disso, com um dedo, circule ao redor.
  • Com a calcinha, esfregue o clitóris por cima do tecido.
  • Puxe os lábios, esfregando-o pelas dobras.
  • Toque seu clitóris com um ou dois dedos de uma vez.
  • Use lubrificante para deslizar melhor e sentir mais.

Tire o foco do orgasmo

Claro que chegar lá é uma delícia, mas não deve ser o foco. Quando você está se tocando, se for o único objetivo, provavelmente você não terá um orgasmo. É preciso curtir o momento e estar presente, sentindo com todos os sentidos. Este é o seu tempo e seu corpo!

Não se esqueça das outras zonas erógenas

Não se concentre apenas na vagina e no clitóris, é sempre bom mover as mãos pelo corpo e ver o que te excita. Tocar os seios, massageá-los, fazer o que sentir vontade.

Use estímulos externos

Se entrar no clima anda complicado, por que não tentar um estímulo externo, como contos eróticos? Explore o que funciona para você e experimente. 

Liberte sua mente e o resto virá

Ser capaz de assumir o controle da própria vida sexual e dizer ao seu parceiro(a) o que você quer na cama é extremamente sexy e empoderador. O importante é lembrar que o prazer sexual não é apenas para ou sobre os homens. Você tem permissão para obter o seu, na verdade, você DEVE obter o seu, por você e mais ninguém!

Tudo sobre o Mundo Liberal

Sexlog © 2022. Todos os direitos reservados.