Pular para o conteúdo Pular para o rodapé

Quando falamos sobre a prática do swing certamente vem à cabeça “é festa, é grupal, é bagunça”. Mas, a coisa não é bem assim. A troca de casais depende de alguns fatores que devem ser combinados com antecedência para que não haja constrangimentos ou o clima, que deveria ser excitante, esfrie e fique chato.

Antes de organizar um swing, convidar outros casais ou até mesmo caras ou mulheres solteiras, você deve pensar em seu parceiro ou parceira. Ir para a brincadeira de cabeça tranquila e sem paranoias é o primeiro passo para uma trepada gostosa e sem grilos.

Depois das duas partes acordadas é hora de pensar nos demais integrantes da festa. Listamos 5 dicas de etiqueta que devem ser levadas em conta ao organizar um swing.

1 – Swing não serve para tapar buraco (não literalmente) Se o seu objetivo com o sexo com outros parceiros além do seu for salvar a relação, desista. Provavelmente alguns fatores no seu casamento ou namoro precisam ser resolvidos antes disso.

O que mais ouvimos por aí é que a relação estava indo de mal a pior e acreditaram que abrindo ou se permitindo ao grupal melhoraria… a grande maioria se enganou.

Claro, existem as exceções (sempre existem), mas é importante ir para a diversão sem neuras com a relação. O sexo além do tradicional deve ser encarado como um “plus”, um motivo a mais para terem entrosamento, se divertirem e ampliarem os horizontes do tesão.

2 – O combinado nunca sai caro Qual o seu objetivo com o swing ou com o sexo grupal? Especialmente no sexo gay, onde existem alguns comportamentos como ser ativo ou passivo, é importante que quando combinarem o encontro deixem “pré acordado” o que estão afim de fazer. Mas, claro, na hora H vale a pena se permitir!

Está afim de transar com a gata, o gato, os dois? Quer dar a bunda, quer arriscar uma dupla penetração (muito cuidado, ok) ou está no tesão de ver seu parceiro ou parceira comer outra pessoa?

Já dê essas ideias na hora de organizar a festa. Assim, será muito mais prazeiroso para todos, além de já saberem os limites de cada um, deixando o sexo muito mais gostoso.

3 – Deixe os problemas em casa É hora de relaxar, é hora de descontrair e de curtir… afinal estamos falando de sexo, pessoal!

Isso quer dizer que não vale a pena chegar tenso, impaciente ou de mau humor para a festa. Como sempre, o segredo é ser sincero e jogar limpo. Se estiver tenso, preocupado ou afim de uma “forcinha” para entrar no clima (que estará pegando fogo), troque uma ideia com o pessoal e descubra como pode fazer desse momento ainda mais especial e cheio de boas experiências.

Outro ponto legal é ser realmente parceiro(a) da sua/ seu companheira(o) na hora do swing. Bateu o ciúme ou não está curtindo muito alguma situação? Deixe para falar no reservado ou guarde suas sensações para discutirem depois. Isso é saudável e pode até fortalecer o relacionamento de vocês. Cumplicidade é, de longe, o melhor que você conquistará em uma relação!

4 – Aprenda a falar (e ouvir) não A proposta não agradou? Sem problemas, diga não.

O pessoal mais “introduzido” no swing leva numa boa receber não quando ousa e a outra parte não está afim. É um momento de cumplicidade e todos ali estão afim de se divertir, portanto não se preocupe se pode chatear ou constranger alguém.  É natural fazer propostas safadas e a chance de rolar é 50% sim e 50% não. Arrisque com carinho e safadeza.

Cada um topou a brincadeira e está consciente dos limites. Lembre-se que no sexo você não deve tratar alguém como não gostaria de ser tratado.

5 – Sexo seguro sempre! Nem deveríamos colocar em nossa lista, mas é sempre bom reforçar: usem camisinha!

Seja uma transa entre amigos, conhecidos, “ficantes” de longa data, o preservativo é obrigatório para uma suruba gostosa e sem dor de cabeça depois. Levem seus próprios preservativos e sem moderação. Ah, e não se esqueçam, cada pessoa e cada buraco deve ter sua própria camisinha! Nada de “reutilizar” preservativo, revezar na boceta e cu, mesmo que seja da mesma gata. Não esqueçam de gel lubrificante para ninguém ficar sofrendo à toa. Vale lembrar que os postos de saúde oferecem preservativos de graça.

E então, está pronto para ter uma das experiências mais gostosas da sua vida?

Sexo é saudável, é uma delícia, especialmente quando se faz com quem ama e curte!

Tudo sobre o Mundo Liberal

Sexlog © 2022. Todos os direitos reservados.